Pages

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Retas Paralelas

Estou estranha. Me sinto estranha. Preocupada talvez?
Preocupada com algo .. com tudo... não sei ainda.
Só sei que sinto que algo vai dar errado.
Mas que seja.
Não sei por onde começar. Só sei que preciso de algo diferente, algo novo .. criar.
Quando fazemos de tudo para que nos amem e não conseguimos,  só nos resta uma opção: 
Não fazer mais nada.
Sem esforços inúteis.

É o tipo de coisa que nasce, espontaneamente.. espontâneo como piscar os olhos.
E definitivamente não é com força ou imposição que se obtêm.
Nada se consegue, assim. 
Cheguei a conclusão que é inútil esforçar-se demais.

Quase sempre amamos "mal", persistimos em quem não quer e desprezamos que bem nos quer.
Mas não deprima, tudo sempre se ajeita.
O que nos resta é nada a fazer.

Te sinto longe, num paralelo além.
Retas que nunca vão se encontrar no espaço..

Apenas não consigo dormir.