Pages

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Retas Paralelas

Estou estranha. Me sinto estranha. Preocupada talvez?
Preocupada com algo .. com tudo... não sei ainda.
Só sei que sinto que algo vai dar errado.
Mas que seja.
Não sei por onde começar. Só sei que preciso de algo diferente, algo novo .. criar.
Quando fazemos de tudo para que nos amem e não conseguimos,  só nos resta uma opção: 
Não fazer mais nada.
Sem esforços inúteis.

É o tipo de coisa que nasce, espontaneamente.. espontâneo como piscar os olhos.
E definitivamente não é com força ou imposição que se obtêm.
Nada se consegue, assim. 
Cheguei a conclusão que é inútil esforçar-se demais.

Quase sempre amamos "mal", persistimos em quem não quer e desprezamos que bem nos quer.
Mas não deprima, tudo sempre se ajeita.
O que nos resta é nada a fazer.

Te sinto longe, num paralelo além.
Retas que nunca vão se encontrar no espaço..

Apenas não consigo dormir.

7 comentários:

@marcosvolk disse...

"Quase sempre amamos "mal", persistimos em quem não quer e desprezamos que bem nos quer. "

Pior que é verdade né, rs.

Bom texto.

Visita/comenta meu blog?:

http://maisqueindelevel.blogspot.com

Bjs.

Carla disse...

ótimo texto, desabafos e amores mal resolvidos.
Desejamos sempre algo que está além de nossas maõs, mas insistimos e nos preocupamos e temos medo da solidão.

gostei daqui.ótimo texto.

bjs

http://precisomeexpressar.blogspot.com/

Kiko Lemos disse...

Texto muito bom, gostei de verdade! :D

Desde já tbm te seguindo!!

neetho b. disse...

O que nos resta é nada a fazer. filosófico. adorei.

http://retrojovem.blogspot.com

William disse...

Como é bom desabafar. o ser humano é um bicho esquisito.
Abraço

Mateus Costa Luz disse...

Verdade... tudo sempre se ajeita!
Sabe que amo vir aqui, né?
Parabéns pelo texto, e confira lá meu blog que tem coisa nova! ^^
http://guardeparaosdiasdechuva.blogspot.com/

Bruna Ferreira de Assis disse...

Ahhhhh, que raiva de você! Nesse momento, estou odiando todas as pessoas de Leão! kkk...deve ter notado, que no post do meu blog, eu sou a libriana da relação. enfim, a que sofre! =(

Mas então, adorei o modo como você escreve...e também, o que você escreveu..resumiu exatamente tudo o que eu estou sentindo e o momento pelo qual estou passando agora..espero, realmente, que tudo se ajeite!

"RETAS QUE NUNCA VÃO SE ENCONTRAR NO ESPAÇO!"

*_*

Postar um comentário