Pages

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Filha Pródiga

Fazia tempo que eu não vinha aqui desabafar e sinceramente nem sei muito bem o motivo.
Eu sei que é bem clichê esse papo de que “me sinto melhor quando escrevo” mas no meu caso, juro que é isso mesmo que acontece.
Sumi daqui e só voltei porque estou embuchada. É, embuchada de novidades, embuchada de histórias, embuchada de carências, de piadas, de risadas, de chorumélas, de felicidades, de incoerências, de solidão, de mimi’s...
Necessito urgentemente despejar minhas últimas semanas aqui, para alívio de minha mente e coração.
Sumi e não sei com exatidão o real motivo; “blog, seu lindo, não se ofenda, mas preciso ser honesta, não tive tempo para você.”
O que é absurdamente inadmissível nessa minha atual vida boa.
Desisti de me empenhar nos estudos, abandonei meu emprego e me tornei a mais fiel telespectadora das novelas da globo.
“Vadia eu? Magina!” rs
Alguém me explica peloamordedeus como uma criatura tipo eu, não tem tempo para postar?
Acho que é tanto nada pra fazer que minha mente acaba entupida... tão entupida de nada que postar aqui me parece muito trabalhoso.
São tantas coisas a serem registradas que me canso só de imaginar a trabalheira que vai dar. 
Antes de explicar esse meu momento revolts com a minha própria vida, vou concluir minha saga “chute na bunda”, que a propósito, nem dói mais.

Tá, admito, dói. Mas só um pouquinho .-.